create your own website


EU HABITO, TU HABITAS

O futuro da construção civil

E se cada ato da construção, da concepção do projeto à execução da obra
– e a posterior utilização da edificação – for uma oportunidade para impactar positivamente o ambiente e a sociedade?

CULTURA & SUSTENTABILIDADE

“A adoção de técnicas, métodos e tecnologias para
a sustentabilidade está se consolidando paulatinamente
na construção civil brasileira. No entanto, no âmbito do poder
público esse tema ainda carece de abordagens eficazes
para uma quebra de paradigmas e efetivo investimento
em sustentabilidade, tanto nos novos projetos quanto
nas reformas e retrofit de prédios públicos. É ainda
comum a ausência de elementos de sustentabilidade
nesses projetos sob o argumento dos custos
de implantação e manutenção”

ITA

Criado a partir da comunidade acadêmica do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), o Projeto Habitas tem como finalidade contribuir para uma melhor compreensão de técnicas, métodos e tecnologias sustentáveis no âmbito da administração pública, estabelecendo um novo sistema a ser adotado nas reformas e novos projetos de edificações públicas.

Quebrar paradigmas na construção e reforma de edificações públicas.

Construir uma sociedade mais integrada e sustentável, em todas as áreas e relações, é desafiador. No entanto, embora muito se fale de sustentabilidade, a prática nos remete a uma dura realidade: a sustentabilidade não faz parte de nosso cotidiano. Diante dessa constatação, há que se demonstrar – com grande potencial de replicação – a viabilidade de investimentos em reforma e retrofit de edificações públicas de maneira a romper a inércia institucional que limita a adoção de técnicas, tecnologias e práticas sustentáveis nessas obras. Valorizando o locus institucional do projeto - o ITA -, o desafio que se propõe vai além da simples identificação e aplicação dessas técnicas e tecnologias, avançando sobre o desenvolvimento e a inovação, e envolvendo a comunidade acadêmica e científica para buscar certificações inspiradoras: a AQUA-HQE e o Living Building Challenge – este último, inédito no Brasil.

PROJETO HABITAS

CASA DE CULTURA
CASA NIEMEYER

O Projeto Habitas propõe um novo roteiro de concepção, projeto, construção e reforma para incorporadores, projetistas, construtores e usuários baseado no Living Building Challenge, o LBC.

De forma a contribuir para uma melhor compreensão da urgência do tema, cuja essência vai pautar a engenharia, o design e a arquitetura ao longo dos próximos anos, o Projeto Habitas contempla a reforma de duas edificações do campus do DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), em São José dos Campos (SP), e visa comprovar as vantagens socioeconômicas de uma reforma sustentável em relação ao modus operandi atual da construção civil. 

Presumem-se situações desafiadoras para ambas as frentes. A primeira edificação compreende uma reforma de prédio residencial em processo de tombamento como patrimônio histórico e certificação AQUA-HQE. A segunda, por sua vez, visa uma mudança da destinação de uma edificação no campus para uma Casa de Cultura & Sustentabilidade, com certificação AQUA-HQE e Living Building Challenge.

CASA NIEMEYER

CASA NIEMEYER
Idealizado por Oscar Niemeyer (1907-2012), o bloco H17 foi projetado com unidades residenciais maiores e desenho distinto das demais residências no campus. As unidades são geminadas, com dormitórios dispostos na fachada principal, o que configura dois pavimentos bem marcados e reforça a ideia da permeabilidade do conjunto em função do recuo da sala de jantar, da varanda com pilotis e do jardim lateral que interliga as áreas ajardinadas da frente e do fundo do bloco. A reforma preserva o projeto arquitetônico original, de modo que a inserção de tecnologias sustentáveis se adequa às características propostas por Niemeyer. 

CASA DE CULTURA & SUSTENTABILIDADE
Antigo galpão para depósito temporário de materiais, que posteriormente serviu de moradia para residentes do campus, a Casa de Cultura & Sustentabilidade fica em um terreno de 2.500 metros quadrados e é composta por um prédio principal, duas garagens e um galpão. Diferentemente da Casa Niemeyer, a edificação não é considerada um patrimônio histórico – e, portanto, não tem restrições de reforma. A elaboração do projeto visa às certificações AQUA-HQE e Living Building Challenge, cumprindo com requisitos para a consolidação de uma casa sustentável e geração de impacto líquido positivo para o ambiente e a sociedade.

Mobirise

"A gente tem que sonhar, senão as coisas
não acontecem"

Oscar Niemeyer

ARQUITETO

LIVING
BUILDING
CHALLENGE

Ambiente saudável + qualidade de vida + alegria + bem-estar

LBC

Gênese


Criado a partir do Departamento de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental do ITA, o Projeto Habitas é coordenado pelo professor do ITA Wilson Cabral de Sousa Júnior e conta com apoio de professores, pesquisadores e acadêmicos do ITA e DCTA. Entre eles, estão Maryangela Geimba de Lima (Engenharia), Márcio Antônio Pimentel (Engenharia), Paulo Ivo Braga de Queiroz (Engenharia), John Bernhard Kleba (Sociologia), Fábio Crocco (Sociologia), Jenner Arduíno (Arquitetura), Jacqueline Ramis (Arquitetura), Fernanda Borges (Arquitetura), Matheus Muller (Engenharia) e Mariana Chaves (Engenharia). Outros profissionais envolvidos são Andrea Aires e Katia Rocha (Design de Interiores) e Thaís Carvalho (Administração).

O ITA foi fundado em 16 de janeiro de 1950 como uma escola de engenharia de alto nível, com instalações adequadas e professores experimentados, inicialmente vindos do MIT (Massachusetts Institute of Technology), e residindo no próprio campus, juntamente com os alunos. Ao redor do ITA formou-se o DCTA, um complexo de pesquisa e desenvolvimento na área aeroespacial.

A ideia de criar uma agremiação, que congregasse os servidores, remonta à década de 1960. Naquela época, um grupo de servidores, motivados pelo ideal de reunir um corpo social próspero e fraterno, fundava a primeira associação vinculada aos servidores do DCTA. Assim, em 1960 foi criada a Associação dos Servidores Públicos de São José dos Campos, a qual viria a se chamar ADC/CTA (Associação Desportiva Classista dos Servidores Civis e Militares do Centro Técnico Aeroespacial). Em 1994, a ADC/CTA foi elevada à condição de Utilidade Pública. Hoje a associação atua em prol da integração social e aprimoramento cultural da comunidade do DCTA, com influência também no ambiente externo ao campus, junto às comunidades.

DCTA

Empresas parceiras

Além de pesquisadores e acadêmicos do ITA, o projeto tem o apoio de especialistas do setor público e privado e empresas parceiras para a elaboração dos projetos executivos e execução das obras.

Habitas
Habitas
ENDEREÇO

Praça Marechal Eduardo Gomes, 50, Vila das Acácias
São José dos Campos - SP

COORDENAÇÃO

Wilson Cabral | Coordenação
Email: wilson@ita.br
Telefone: +55 (12) 3947-6880

IMPRENSA

Cabana.Work Editora
Email: suzane@cabana.work
Telefone: +55 (12) 3913-4510